< Voltar

Moinho de Ruge-Água

Observações:
Localização: Rua Principal - Ruge-Água - Ribeira do Fárrio

Fárrio é uma palavra que, supõe-se, ligada à expressão latina “Panis Farrius”, que significa pão de trigo. “Farrius” é um adjetivo que deriva do substantivo “far”, que significa trigo, logo pressupõe-se que Fárrio deriva desta palavra por nesta região se cultivar em tempos trigo.
Ao haver a cultura dos cereais, não só o trigo, mas também o milho, eram necessários moinhos para os transformar em farinha. Será essa a razão para a quantidade de moinhos de água que existiam ao longo da Ribeira que nasce na Mata do Fárrio e vai desaguar no Rio Nabão.
Hoje em dia já são poucos os que ainda se encontram de pé e menos ainda aqueles que funcionam. 
São propriedades privadas mas que, pedindo aos seus donos, permitem a sua visita.